• Home
  • Comunicado de imprensa

Press Release

Corporativo Sep 28, 2018 3:00 PM

thyssenkrupp planeja dividir o grupo em duas empresas independentes

Em reunião extraordinária a ser realizada no domingo, 30 de setembro de 2018, o Conselho de Administração da thyssenkrupp AG irá propor ao Conselho de Supervisão que o Grupo seja dividido em duas empresas muito mais focadas e eficientes. Os negócios de bens de capital e materiais serão administrados no futuro como empresas independentes, com acesso direto ao mercado de capitais. O Conselho de Administração está convencido de que essa nova estrutura permitirá que as empresas se desenvolvam melhor e se concentrem em seus pontos fortes. Ambas as empresas continuarão a usar o nome thyssenkrupp.

A separação em duas empresas será na forma de um spin-off. Após o desmembramento, os acionistas da thyssenkrupp AG terão duas ações: uma da futura thyssenkrupp Materials AG (anteriormente thyssenkrupp AG) e uma da nova thyssenkrupp Industrials AG. Os acionistas atuais continuarão a deter 100% da thyssenkrupp Materials AG e, inicialmente, o controle da thyssenkrupp Industrials AG. A participação restante caberá inicialmente à thyssenkrupp Materials AG. Isso garantirá uma base de capital adequada da thyssenkrupp Materials AG. Responsabilidades e obrigações de pensão serão alocadas adequadamente a ambas as empresas. Isso deve fornecer a ambas as entidades uma base de capital melhor, dando-lhes um bom começo.

Duas empresas com perfil e foco claros

A separação da companhia em duas empresas independentes deve seguir uma lógica industrial clara:

A thyssenkrupp Industrials será composta por três unidades: em primeiro lugar, o negócio de elevadores; em segundo, o fornecimento de componentes para automóveis; e em terceiro lugar, a construção de plantas. O segmento de elevadores permanece inalterado em sua configuração atual. Components Technology se concentrará no negócio automotivo, com o desmembramento dos negócios de rolamentos (Bearings) e forjamento (Forged Technologies). Uma nova adição é a System Engineering, que constrói linhas de produção para carros, por exemplo, e atualmente faz parte da Industrial Solutions. Estamos, portanto, agregando expertise automotiva. O terceiro pilar do nosso negócio industrial será, no futuro, focado na construção de plantas. A thyssenkrupp Industrials será, portanto, um negócio puro de bens de capital.

A outra parte - a thyssenkrupp Materials - consistirá das seguintes unidades: a participação de 50% na futura joint venture de aço, a Materials Services, os negócios de forjamento e rolamentos de grande porte, bem como o negócio marítimo. O resultado é um grupo de materiais que combina produção de aço e aço inoxidável, comércio de materiais e processamento relacionado ao aço, que tem uma posição de liderança no mercado na Europa e pode aproveitar oportunidades de consolidação de uma posição de força.

As duas empresas serão de tamanho comparável: com base nos números para o ano fiscal de 2016/17, a thyssenkrupp Industrials AG geraria vendas de cerca de €16 bilhões, com cerca de 90.000 colaboradores. A thyssenkrupp Materials AG1 teria vendas de cerca de €18 bilhões, com pouco menos de 40.000 colaboradores, não incluída a parte de aço, que será objeto da joint venture.

Com a aprovação do Conselho de Supervisão, os detalhes do desmembramento, como a estrutura da transação, o conceito de financiamento e os modelos de gestão das duas empresas, serão desenvolvidos em um processo diligente. A divisão, então, deverá ser decidida pela Reunião Anual dos Acionistas da thyssenkrupp AG. Isso pode acontecer em 12 a 18 meses.