Skip Navigation

Acordo Básico Internacional

A thyssenkrupp sempre assumiu suas responsabilidades como um empregador justo. Nós somos cidadãos corporativos responsáveis que apoiam as boas condições de trabalho por todo o mundo e esperamos certos princípios e normas de nossos fornecedores e parceiros comerciais. Para isso, normas mínimas são requeridas. Por isso, em 16 de março de 2015, a thyssenkrupp AG, o conselho de trabalhadores do Grupo, o sindicato dos metalúrgicos IG Metall e a federação sindical mundial "IndustriALL Global Union" assinaram um Acordo Básico Internacional (IFA) para estabelecer as normais mínimas de trabalho globais do Grupo.

O Acordo Básico Internacional não só reconhece as Normas Laborais Fundamentais da ILO e a Declaração Universal dos Direitos Humanos, mas também inclui princípios de segurança e saúde ocupacional, oportunidades de carreira e desenvolvimento pessoal, o direito a uma remuneração justa e a proibição de trabalho forçado e infantil e de todas as formas de discriminação.

Queremos que essas normas e princípios sejam implementados em todo o Grupo thyssenkrupp. As infrações serão investigadas. Um sistema de relatórios online está disponível para registrar todas as possíveis infrações. Todos os colaboradores e terceiros podem usar esse sistema - anonimamente ou não - para relatar casos em que as normas e os princípios não foram respeitados. O Grupo espera que isso torne mais fácil a obtenção de informações sobre infrações - especialmente porque a ferramenta pode ser usada anonimamente. O sistema Busines Keeper AG atende aos mais exigentes requisitos de proteção de dados. Um sistema similar do mesmo fornecedor é usado na função de Compliance da thyssenkrupp AG.

Para acessar o sistema, acesse:
https://www.bkms-system.net/frameworkagreement

Além disso, o seguinte email está disponível: frameworkagreement@thyssenkrupp.com

Um Comitê Internacional com representantes do Conselho de Trabalhadores do Grupo, do Conselho Europeu de Trabalhadores e da união tem como trabalho intervir no evento de infrações ou disputas que não puderem ser resolvidas localmente. Segundo o Acordo, os relatórios serão processados em consulta entre o Comitê Internacional e a thyssenkrupp AG.

voltar ao topo